Mel Com Cicuta 

Without the aid of prejudice and custom I should not be able to find my way across the room.

 

William Hazlitt  
      

   

« Home | Vou aqui e já volto » | 2007 » | 2006 » | Pode relevar-se num homem que não seja bravio, qu... » | Não será tanto uma questão de solidão como de exer... » | - Os homens têm uma incapacidade natural para o am... » | O problema da maioria dos homens que acabamos por ... » | Na jukebox mental » | Este post tinha banda sonora e até tinha um text... » | Estranhamente »

Os assépticos

Passamos os dias a tentar ser assépticos. A conter a ira porque socialmente reprovada, a esconder a ambição porque pecaminosa, a disfarçar a luxúria e os amores porque a exposição de sentimentos é coisa de gente mal ensinada. Medimos palavras e gestos, contemos gritos e inibimo-nos de fazer voar objectos que se dispõe em tom de afronta.
Passamos metade da vida a procurar sentimentos, sensações e sentidos e outra metade a mergulhá-los na indiferença. Até nos tornarmos assépticos, estéreis. Adequados para uso hospitalar.

A razão a dar constante baile à emoção. Mas há que não deixar; há que, racionalmente, mandar a razão passear, de vez em quando, e sentir, muito e mais e mais.
Enviar um comentário