Mel Com Cicuta 

Without the aid of prejudice and custom I should not be able to find my way across the room.

 

William Hazlitt  
      

   

« Home | Desapego emocional » | Os estetas » | Sentir na pele um conceito » | À entrada dos parques de estacionamento subterrâne... » | O Bond que interessa » | O novo Bond » | The Piano has been Drinking (e só ele) » | Mário Cesariny » | Na jukebox mental » | Embora seja discutível a qualidade da fotografia ... »

Boletim do bairro



Hoje, a Casa Fernando Pessoa assinala o seu 13º aniversário. Há festa desde as 14h30. Depois do jantar, a partir das 21h30, vão estar na Casa, para lerem textos seus, Manuel António Pina, Pedro Mexia, José Luís Peixoto, Luís Quintais, José Eduardo Agualusa e José Tolentino Mendonça. Depois, ainda, haverá uma ceia. Pelo meio, estarão abertas todas as salas da Casa Fernando Pessoa (poderá ver o original do retrato de Pessoa por Almada Negreiros, na Biblioteca, por exemplo, bem como visitar a biblioteca pessoal do poeta), além do jardim – tudo para visitar. Distribuídas pelos quatro pisos estarão as fotografias da Kameraphoto bem como objectos pessoais & manuscritos dos poetas convidados neste dia. Haverá música, a Rua Coelho da Rocha vai estar iluminada de maneira especial, e todos os visitantes terão direito a um presente de aniversário da Casa.
A entrada é livre e a vizinhança é óptima. O Poeta é, enfim, um Desassossego.

a vizinhança imediata é assim para o assim-assim...
bah. vá ver se eu estou no jardim da parada, sim? ;P
Enviar um comentário